quinta-feira, 14 de julho de 2011

Estimulação de bebês - Parte III

Já escrevi sobre a importância da estimulação dos bebês, aqui e aqui. Estou recomendando algumas atividades que realizei com Henrique no período do berçário, segundo a orientação da pedagoga. Garanto que essas atividades foram imprescindíveis para o desenvolvimento dele. Também nos divertimos bastante! Algumas ainda praticamos até hoje.

Jogar bola: a partir de 6 meses

Assim que seu bebê já estiver sentando com facilidade, experimente rolar uma bola até ele. Uma bola macia de pano é a melhor para começar. Role a bola delicadamente e mostre-lhe como pegá-la. Os bebês adoram essa brincadeira e ficam excitadíssimos quando a bola está indo em sua direção.
Com o tempo, podemos começar a ensiná-lo a devolver a bola.
Cante uma melodia conhecida ou algo assim:

Rola, bola, rola,
Veja como é!
Rola, bola, rola,
Que legal que é!

O que diz a pesquisa cerebral: essa brincadeira desenvolve a coordenação motora.


Bater palminha: a partir de 9 meses

A música organiza o ritmo da linguagem.
Sente seu bebê no colo, de frente para você, o que vai ser mais fácil se você sentar no chão. Cante uma música enquanto segura as mãos do bebê.
Na última palavra de cada verso, bata suas mãozinhas ao mesmo tempo em que enfatiza essa última palavra, pronunciando-a um pouco mais alto que as outras.
Experimente esta canção muito popular:

Pirulito que bate BATE (bata palmas)
Pirulito que já BATEU (bata palmas)
Quem gosta de mim é ELA (bata palmas)
Quem gosta dela sou EU (bata palmas)

Depois de 2 semanas fazendo essa atividade, o Henrique começou a bater palmas sozinho!

O que diz a pesquisa cerebral: o maior nível de aptidão musical ocorre logo depois do nascimento. Os bebês possuem um grande número de genes e sinapses que os tornam imediatamente aptos a aprender música.



Sentimentos com a música: a partir de 9 meses

Falar sobre os sentimentos cantando vai ajudar seu bebê a compreender a língua e a expressão emocional.
Cante o seguinte, com a melodia de "Os Dedinhos":

Quando estou contente, quando estou contente,
Fico assim, fico assim (mostre um grande sorriso)
Agora já chega, agora já chega
Um, dois, três, um, dois, três
Quando estou bravo, quando estou bravo,
Fico assim, fico assim (faça cara de bravo)
(continue a música)
Quando estou triste, quando estou triste
(cante com a cara triste e continue a música)

Você também pode fazer essa brincadeira com habilidades motoras, como pular, correr e marchar.

O que diz a pesquisa cerebral: conversar, ler e cantar para seu bebê vai ter efeitos permanentes sobre o desenvolvimento de seu cérebro.

Faltam ainda várias atividades que serão indicadas em outras partes da estimulação de bebês.

6 comentários:

Angi disse...

ADOREI,AMIGA!
Muito legal essas brincadeiras, que estimulam os bebês!
Faço tudo isso com o Antônio, ele AMA música, palminhas...rs
Beijosss
BOM DIAAA!

Funny Paper disse...

Telma, a música envolve tantos aspectos na estimulação dos pequenos!! Meu marido é professor de musicalização infantil e atua com crianças desde o berçário; é incrível a resposta dos pequenos à estimulação musical!!

Bjs

Sil

Chama a mamãe disse...

Oi Telma,
Eu fazia isso com a Elô e ela adoravaaaaa, bola então nem se fale, é ótimo, agora a gente até brinca de gol! rsrs
Bjosss

Fabrisia Garcia disse...

Oi Telma,
Estou usando todas suas dicas... o papai ficou cansado no fim de semana de carregar o filhote no cangote, rs!
Bjo grande!
Fabrisia

Natália a mãe disse...

Maria tem 5 meses e eu já faço tudo isso, será por isso que ela é uma menina precoce? rs
beijos

Angi disse...

Amiga!
Como estão?
Saudades mil!
Ah, tu viu a cara nova do meu blog?
Boa noite, e boa semana!
Beijãooo