segunda-feira, 25 de julho de 2011

Parabéns às vovós!


Todo mundo comemora o Dia das Mães e o Dia dos Pais, mas para mim o Dia da Vovó é tão importante quanto às outras datas. Para quem ainda não sabia, o Dia da Vovó é celebrado no dia 26 de julho. De acordo com o portal www.brasilescola.com, a data foi criada em homenagem aos avós de Jesus Cristo, Joaquim e Ana, cujas pequenas informações aparecem no evangelho de Tiago. A data foi escolhida por ser o dia de Santa Ana e São Joaquim, pais de Maria e avós de Jesus.
Segundo os relatos históricos, Ana e Joaquim viviam em Nazaré e não tinham filhos, mas sempre rezavam pedindo ao Senhor que lhes enviasse uma criança. Apesar da idade avançada do casal, um anjo apareceu e comunicou que Ana estava grávida. Eles tiveram a graça de ter uma menina abençoada a quem batizaram de Maria, mãe de Jesus. Santa Ana morreu quando a menina tinha apenas 3 anos. Devido à sua história, Santa Ana é considerada a padroeira das mulheres grávidas e dos que desejam ter filhos. São Joaquim e Santa Ana são, então, os padroeiros dos avós (Fonte: www.portalsaofrancisco.com.br).

O papel das avós na família é inestimável! Além do laço afetivo, em muitos casos são as avós que criam e educam os netos. Às vezes, elas são também o suporte financeiro da família. Sem dúvida, as avós são as segundas mães. Estão ao lado ou à frente da educação dos netos. Quem sai ganhando são os filhos e os netos, pois podem contar com a sabedoria, a experiência e, principalmente, com o amor puro e incondicional das avós, que são mães duas vezes.
Celebrar o Dia da Vovó significa homenagear a experiência de vida e reconhecer o valor do convívio em família e da sabedoria adquirida ao longo dos anos.
Para mim não tem diferença alguma entre a avó que é mãe do marido e a avó que é mãe da mulher. Ambas são avós do mesmo jeito e têm o mesmo valor. Lamento quando algumas esposas não conseguem conviver com as sogras e as afastam do convívio com os netos. Acho que, em primeiro lugar, perdem os netos, em segundo, as próprias esposas, que deixam de contar com uma participação familiar de muito valor. Mas se o problema do convívio é implicância da sogra, compreendo... A esposa está perdoada!
No meu caso, minha sogra tem mais disponibilidade do que minha mãe. Desde que o Henrique nasceu, posso contar com ela. Amo minha sogra como se fosse minha mãe. Desde o início ela participa dos cuidados e fica com o Henrique quando não posso deixá-lo na escola ou tenho algum compromisso. Nunca vou conseguir agradecê-la por tanta dedicação, mas sei que ela cuida do neto por prazer. Ela sempre expressa sua alegria de ser tão presente na infância do Henrique. Quando ela viaja, liga todos os dias de saudade e preocupação. Que sorte a minha e do Henrique!
Para que a relação seja saudável, ambas devem ser sinceras e respeitar o espaço uma da outra. Principalmente, a mãe deve dizer à avó quais são as rotinas da casa e do filho. Se a avó cuida do neto todos os dias, a mãe deve dizer como pretende conduzir a educação. Minha sogra sempre me respeitou como mãe. Apesar de ser muito mais experiente, ela percebeu que agora é a minha vez de ser mãe. Então, ela sempre me pergunta como deve proceder. Sabedoria da minha sogra, que muitas deveriam aprender.
Lógico que avó é diferente de mãe. Ser avó não teria graça se não pudesse ter espaço para os mimos. Avó paparica, protege, faz as vontades, dá guloseimas proibidas. Que delícia ser avó! Avó é ser mãe, mas só com a parte boa!
E coração de avó é mole, não aguenta quando a mãe tenta corrigir o filho. Minha sogra corre para acudir o Henrique, aí falo: “Pode deixar, pois é birra dele!” Ela sofre de ver o neto chorando, mas entende e concorda.
Sou sincera ao dizer que é possível ter uma ótima relação com a sogra, assim como temos com nossas mães! Não custa tentar! Todo mundo sai ganhando: netos paparicados, maridos felizes e esposas menos sobrecarregadas que trabalham tranquilas!

Vovós queridas, obrigada por serem mães duas vezes! Amamos vocês!



Esse post foi dedicado especialmente às vovós, mas também se dirige aos vovôs, pois o dia 26 de julho é o dia dos avós! Parabéns a todos!

4 comentários:

Juliani de Paula disse...

Parabéns para as vovós!!!
Minha mãe é uma super Vó, moramos todos juntos então imagine o mimo que o Edu recebe,uma segunda mãe literalmente! Eu e o Eduardo tenho muita sorte!

Conceição Reis disse...

Telma ! como sempre, vc me emociona cada dia mais. Sabe o qt amamos o Herinque e realmente é com o maior amor,carinho e satisfaçaõ que qd vc precisa eu vou cuidar dele. Gostaria de morar mais perto, para todos os dias estar um pouco mais com ele e vcs. Eu, é que tenho o privilégio de ter vcs , pessoas tão Especiais em minha vida. Obrigada mais uma vez por tudo que vc, Henrique e Junior representam em minha vida. Te amo.....

Conceição Reis disse...

Henrique! eu e vovô Castillo agradecemos a homenagem pelo nosso dia . Amamos vc meu querido.Bjs dos vovôs.

Angi disse...

Lindona!
Feliz dia dos Avós a seus pais, e sogros!
Adorei seu texto, não sabia a história do Dia dos Avós!
E a relação com os avós vem mudando mto mesmo, é essencial essa convivência!
Beijos amiga
BOM DIA!