domingo, 1 de maio de 2011

Galinha Pintadinha, Discovery Kids e Xuxa: nossos aliados


Antes de o Henrique nascer eu estava bem desatualizada quanto aos programas infantis. Minhas últimas lembranças eram dos desenhos animados preferidos dos meus sobrinhos que já estão com 16 anos. Só me lembrava do Pokémon, Power Rangers e Naruto. E essas lembranças não me agradavam muito porque esses desenhos não acrescentavam em nada. Meu marido até comprou os DVDs do Naruto do meu sobrinho Matheus porque achava que ele poderia “emburrecer”. Pensava então que deveria evitar a televisão porque ela não ensina nada de bom.
Comecei somente com DVDs educativos, como Baby Einstein e Bebê Mais. O Henrique não conseguia assistir por muito tempo. Só ficava uns minutos e depois já queria fazer outra coisa. Pensava que sorte da minha amiga Dani, que tem uma menina linda e esperta, a Alice (2 anos), que já com seis meses conseguia assistir o Bebê Mais inteiro. A Dani me dizia que deixava a Alice na cadeirinha presa no cinto de segurança e conseguia fazer alguma coisa por trinta minutos. Que maravilha!
Depois, no berçário do meu trabalho, colocaram uma televisão para os bebês não ficarem muito agitados e tristes no final do dia, quando as cuidadoras vão embora e só ficam umas duas pessoas até chegarem as mães. Foi quando fui apresentada à Galinha Pintadinha e me rendi aos seus encantos. Todos bebês amam a Galinha Pintadinha. Realmente os dois DVDs são uma graça, as músicas são da nossa infância e são lindas. Esses o Henrique sempre conseguiu assistir por inteiro e praticamente todos os dias ele pedia para a gente colocar a “Cocó”.
Na televisão, meu marido gostava muito de colocar no canal do Discovery Kids, mas eu tinha muita resistência. Não queria que ele ficasse tanto tempo assistindo a televisão. Depois comecei a assistir alguns desenhos e percebi que a programação do Discovery Kids é muito boa e educativa.
Não conheço todos os desenhos, mas alguns são bem interessantes. O Peixonauta é um desenho simples, mas que ensina a cuidar da natureza e só por isso já vale a pena. O Henrique fica louco quando aparece a “pop”. Outro que gosto bastante é o da Angelina Ballerina, pois as mensagens são muito importantes, como respeitar as diferenças. Gosto também do Sid, o cientista, porque ensina a criança a explorar sozinha para chegar às próprias conclusões através das tentativas. Pode reparar que os pais do Sid e a professora nunca respondem às perguntas dele imediatamente. Os Backyardigans são diversão garantida, todas as crianças pequenas amam. A mensagem também é interessante porque demonstra que a imaginação não tem limite, não importa que todo dia eles brinquem somente no quintal.
Tem também o Hi-5 que no começo eu achava bem chato, mas com o tempo pude perceber que o programa é muito educativo. As músicas também são muito lindas e o Henrique adora ouvir música e dançar. Quando ele vê o símbolo do Hi-5 já grita “taitai” e mostra a mãozinha para tentar dizer Hi-5.
Outro que ele adora e ainda não entendi o porquê é o Mister Maker. Ele fica prestando a maior atenção, até parece que está entendendo o que o Mister Maker está fazendo. E na parte das formas ele fica eufórico, adora a música: “uma forma eu sou, lá lá lá lá, uma forma eu sou, lá lá lá lá”. Neste programa eu não vejo nada de mais, mas o apresentador é engraçado, deve ser por isso que ele gosta.
Há pouco tempo ele começou a gostar do Cocoricó, mas não tem paciência de assistir o programa todo. Temos um DVD só com as músicas que ele adora e pede para colocar.
Também já nos rendemos à Xuxa. Respeito todas as opiniões a respeito dela. Eu fui “baixinha”, mas compreendo as críticas. Só acho que devemos admitir que a Xuxa tem o seu mérito. Não é à toa que ela está aí há tantos anos. Gente, tem alguma coisa nela que hipnotiza as crianças! Agora que descobrimos o efeito da hipnose, colocamos o DVD naquelas horas difíceis em que estamos mortos de cansados ou precisamos que o Henrique fique quieto por alguma razão. DVD da Xuxa no avião também é um santo remédio, não precisa nem de Dramin.
Então é isso, acho que a televisão, desde que com moderação, não faz nenhum mal às nossas crianças, pelo contrário, acho que ela também ensina muitas coisas boas. Devemos encontrar o equilíbrio e não deixá-la ligada o dia inteiro porque a criança tem que correr, brincar, ir ao parquinho e conhecer amiguinhos. Só acho perigoso quando a criança só fica em frente à televisão e não quer fazer mais nada. Isso pode significar que a vida real não está muito interessante e que está faltando alguma coisa nas relações humanas.

10 comentários:

Mon Maternité disse...

Olá ... sou Marcella e encontrei seu blog atraves do blog da Fabrisia! Que príncipe lindo seu filhote! Ainda não tive oportunidade de conhecer todo seu blog, mas já estou seguindo!

Beijos,
Marcella

www.monmaternite.blogspot.com

Telma disse...

Marcella,
Obrigada pela visita e volte sempre! Também já visitei o seu blog e adorei a sua história! A Sophia é linda demais, parabéns!!! Beijos, Telma.

Angi disse...

Oiii
adorei seu cantinho!
Aqui em casa, a gente ama POCOYO, confesso que tb amo!Acho educativo,e fofo!Tu conhece?
bjs

Telma disse...

Oi Angi, ainda não conheço o Pocoyo. Adorei a dica! Obrigada pela visita e volte sempre! Beijos, Telma.

dancrisneves disse...

Oi Telma,
Adoro ler o seu blog. Q delícia poder compartilhar com vc essa experiência maravilhosa q é a maternidade.
Parabéns pela sua iniciativa.
Um beijo,
Dani(mãe da Alice e do Miguel com muito orgulho).

Telma disse...

Oi Dani, muito obrigada! Fico muito feliz com um elogio vindo de você! Somos mesmo companheiras nessa aventura e adoro trocar as experiências, desabafar e rir dos nossos desesperos! Beijos.

Juliani de Paula disse...

Tenho uma sobrinha/afilhada e ela assistia tudo o que o Henrique assiste, concordo com moderação esses DVD's são nossos aliados afinal tem um bebê quietinho distraído por meia hora é uma maravilha!!

To apaixonada pelo Henrique ele é muitooo lindo! Parabéns!

Gabriel disse...

Concordo. Só para complementar, o Mister Maker tem muitas cores e formas que talvez sejam interessantes para a criança, e nós, os pais, ficamos curiosos também no que será feito em apenas 1 minuto. Além do mais, ele fala de forma que prende a nossa atenção...

Mas estou me preocupando com o excesso de Galinha Pintadinha... minha filha não para de pedir cocó... inclusive dormindo às vezes acorda e pede cocó... Ela tem 1 ano e meio, e faz mais de 2 meses que não assistimos tv. Brincamos muito, lemos junto, mas se parar 1 minuto tenho que colocar cocó !!!
Estou tentando diversificar mais, mas qdo ela está cansadinha e com soninho eu deixo ver cocó...
:)

Minha filha se chama Alice...

Telma disse...

Olá Gabriel! Acho que vocês estão conseguindo encontrar um equilíbrio, o que é muito bom. O que faço é esperar o Henrique pedir. Nao gosto de ligar a TV toda hora. E quando ele pede a Cocó tento distrair com outras coisas, mas tem hora que nao adianta. Acho que o maior cuidado que os pais devem ter é nao usar a TV como babá, por preguiça de brincar ou educar . Mas confesso que quando estou muito cansada utilizo sim... Obrigada pela visita e volte sempre !

Amanda disse...

Oi! Não sou mãe ainda, mas moro com meu sobrinho/afilhado, o Gabriel, e ele também assiste tudo o que seu Henrique assiste. Ele tem 1 ano e meio, e também adora a tal Pintadinha, o Patati-Patata... Ultimamente ele tem gostado muito de Lazytown (ou como ele fala, Lazzziiii), e do Pocoyo. Aliás, o Pocoyo tem tanto o jeitinho do Gabriel, que estamos com mania de ficar chamando ele de Pocoyo também! Depois joga no Youtube, um episódio que se chama 'boa noite, pocoyo'. É lindo!!
Aliás, o Discovery Kids está de parabéns quanto à programação. Tudo que se passa por lá, embora voltado pros pequenos, tem uma linguagem muito educativa, e sempre tem algum ensinamento ou uma lição. Muito legal!
No mais, parabéns pelo blog e pelo bebê. Ele é lindo!